Puente Alto – a cidade Mosaico

Puente Alto

é uma comuna do Chile, localizada na Região Metropolitana de Santiago, que atualmente forma parte da Grande Santiago e é a capital da Província de Cordillera.

Os gestores das cidades devem incentivar o amor dos habitantes pela cidade. Estes cuidam da cidade como verdadeiros voluntários, algo que precisa crescer em nosso País. No Chile temos um exemplo de cidade que ficou mais bonita desde que habitantes decidiram fazer mosaicos, e obviamente a cidade fica mais colorida e agradável, e traz visitantes.

Muitas cidades brasileiras deveriam seguir essa ideia. Pensem na cidade de São Paulo, como é feia quando chegamos pela Fernão Dias ou Anhanguera, Bandeirantes. Deveriam incentivar as pessoas a praticar alguma arte em prol da cidade. Com certeza muitos empresários e pessoas físicas colaborariam se os moradores em conjunto com órgãos da Prefeitura decidissem aplicar mosaico ou outro tipo de acabamento ou pintura daquelas casas somente de tijolos.

Falta vontade de criar e agitar a comunidade. É difícil, não é. Comece fazendo eventos na periferia, Ônibus da cidadania percorrendo as áreas mais pobres da cidade incentivando a limpeza, conservação, etc. E a Prefeitura, óbvio com a infraestrutura necessária.

É arregaçar as mangas. A avenida 23 de maio em São Paulo está ficando linda com as paredes jardins, no minhocão vemos alguns painéis lindos com plantas. Não é?

E a cidade é viva, se diverte sempre que pode:

Transformação, do caule aos fios.

The nettles being transformed into fabric. This film shows the harvesting, removal, stem separation, marrow removal, carding, spinning and knitting.
Veja urtigas sendo transformadas em tecido. Este filme mostra a colheita, a remoção, a separação do caule, a obtenção da medula, a cardagem, a fiação e a tecelagem em si. 

Xale, produzido pela artesã Soneligia

Praticar Tecelagem Manual é uma Terapia. E os trabalhos prontos sempre surpreendem.

Como mostra a artesã Soneligia no trabalho:

Urdume e trama, sempre inseparáveis:


O Xale pronto:

 

E o xale pronto pode virar uma excelente fonte de renda. Think about…

 

Curiosidade

Você já prestou atenção naquelas palmeiras que existem para todo lado e nas praias:


Veja como é a natureza, não tem urdume e trama?

Naturaland, na Eslovênia

Observação – as informações abaixo foram colhidas do site da Naturaland.
Roupa e Fios Orgânicos
A  Naturaland vende roupas e fios com tingimento orgânicos certificados. Roupas para as mulheres e homens de todas as idades, bem como roupas infantis para todas os anos, desde recém-nascido.
E roupas de cama:

Roupas de bebê totalmente orgânicas:

Tecido de seda orgânica:

Fio de Alpaca orgânico:

Todas essas roupas feitas de tecidos de algodão orgânico saudável, seda, lã, linho e cânhamo. Todas as peças contêm certificados adequados e comprovados.

Algodão Orgânico
O algodão orgânico é geralmente entendido como o algodão cultivado em países subtropicais, como a Turquia, China, EUA, a partir de plantas não modificadas geneticamente e sem o uso de quaisquer produtos químicos agrícolas sintéticos, tais como fertilizantes e pesticidas. Essa produção promove e melhora a biodiversidade, os ciclos biológicos. Nas plantações de algodão nos EUA devem respeitar as exigências estabelecidas pelo Programa Nacional Orgânico (NOP), é necessário ter em conta os aspectos ecológicos.

Seda
Os tecidos de seda são um dos tecidos mais populares para vestuário e roupa de cama devido às suas propriedades únicas. A composição é muito semelhante à nossa pele, portanto, o sentimento no abraço da seda é notável. Pode absorver muita umidade, 30% ou mais, se adequando rapidamente ao meio ambiente. Portanto, nunca sentimos que roupas ou roupas de cama são úmidas. Ela esfria no verão, e aquece no inverno, ou mantém a temperatura do nosso corpo. A seda tem uma característica surpreendente do alongamento e retorna à sua forma original. Ele pode esticar entre 20 e 25% e retornar. A força de estiramento foi comparada ao aço e verificou-se que a seda era mais forte. A composição da fibra de seda é 80% de proteína e 20% de sericina. É biodegradável

Paina
Kapok é uma árvore com fibras, também conhecidas como algodão java ou seda de algodão. Fibras de sumaúma (em tupi) não são adequadas para a fiação, porque elas são muito lisas, escorregadias e frágeis. Com tecnologia moderna, eles conseguiram fazer uma mistura de fios de algodão e sumaúma. Kapok é como o algodão já que ambas as fibras tem frutos com sementes. É originário da América Central. É distribuído em florestas tropicais em todo o mundo e é cultivada comercialmente em Java, Tailândia e outros países. Kapok é uma árvore majestosa que cresce até 60 metros de altura. Ele tem grandes ramos e muitas vezes muito grandes espinhos. No passado, a sumaúma era utilizada para preencher coletes salva-vidas. Sumaúma é uma fibra biodegradável natural.

 

Cânhamo
Atualmente, devido o aumento da consciência ambiental cresceu o interesse em fibras de cânhamo. Não se esqueça que o cânhamo cresce em quase toda parte, da Noruega até o equador. Também não precisa de pesticidas e ajuda na luta contra a poluição. Para o seu crescimento não requer fertilizantes químicos e pesticidas.  Os fios do cânhamo são obtidos a partir do interior da casca da haste do cânhamo. Olhar e sentir estas peças de vestuário percebe-se que são semelhantes ao linho e também tem algumas características semelhantes. A fibra de cânhamo é uma das fibras naturais mais longas, mais resistentes e mais resiliente.

Certificações:

 

Música folclórica da Eslovênia:

Michael Anastassiades

Michael Anastassiades inaugurou seu estúdio em 1994 para explorar noções de cultura e estética através de uma combinação de produtos, móveis e design ambiental. Posicionado entre obras de arte e design, seu trabalho visa provocar
diálogo, participação e interação. É apresentado em Coleções permanentes no Museu de Arte Moderna = em New York, o Victoria and Albert Museum – em Londres, entre outros.

Ele projeta produtos para vários fabricantes líderes, ncluindo Flos, Puiforcat, Lobmeyr e Svenskt Tenn.

Anastassiades estudou engenharia civil no Imperial de Londres – Faculdade de Ciência, Tecnologia e Medicina antes do mestrado em design industrial no Royal College de Arte.

Ele mora e trabalha em Londres.

Atelier Février – tapetes com fios de seda e lã

nazar

No Atelier Février, são criados tapetes de luxo para embelezar os ambientes internos. Os tapetes ecológicos fundem a arte moderna com um design tradicional para criar peças essenciais e verdadeiramente exclusivas. Todos os trabalhos são originais e personalizados. O designer francês, Florian Pretet, replica seus desenhos em tapetes exatamente como eles estão no papel, tapetes esses produzidos no Himalaia Nepal seguindo técnicas antiquíssimas, que foram transmitidas por gerações.

Desde o lançamento em 2015, os tapetes Février frequentam as páginas das principais revistas de decoração do Planeta, como ‘Vogue Casa Brazil’, ‘Architectural Digest’, ‘Marie Claire Maison’, ‘Elle Decoration’, e outras tantas.

Os métodos artesanais tradicionais resultam em tapetes de alta qualidade, ideais para espaços comerciais ou domésticos. Cada tapete é o resultado de uma força de trabalho combinada de mais de 50 pessoas. Todo processo é feito à mão.

O uso da lã de melhor qualidade, do Tibete, não só acrescenta brilho, durabilidade e acabamento bonito, mas também é resistente a manchas devido às suas fibras longas resilientes e ao alto teor de lanolina.

 

No Atelier Fevrier, eles se orgulham do métodos de trabalho ecológico. Utilizam fios de seda e de lã tibetana. Os corantes são 100% naturais.

My Block

E continuamos falando sobre alpargatas – L’Espadrille

Maison de l'EspadrilleMaison de l'Espadrille

Cousu Main

Se existe um calçado que resiste ao tempo e é fabricado em vários Países é a Alpargatas. É uma tradição, natural e delicioso de usar. Acabe com suas frieiras, é fácil, use alpargatas.

Veja os modelos fabricados na França:

A industria das alpargatas (l’espadrille) esteve em crise na França após 2008. Precisamos resgatar este calçado natural:

Rueda Alpargatas – Argentina

As Alpargatas (L’espadrille) podem se découpadas…

As Alpargatas são consideradas com um Símbolo Catalão (Região de Barcelona e França após Andorra – Pirineus). Já passou por várias situações de crises e sucessos. Mas continua sendo produzida e tem consumo. Existem Lojas no Brasil, Uruguai e até em Paris.

As cidades de Mauléon-Licharre e Lamanere (Pyrénées-Orientales) representam a origem e onde se fabrica em maior quantidade as conhecidas L’espadrilles.

Em Saint Laurent de Cerdans tem a LES TOILES DU SOLEIL que produz tecidos para a utilização em Alpargatas.

A alpargata produzida artesanalmente, tem alma e sentimento próprio que remontam os idos de 1900, tendo como matéria prima principal o cânhamo e a juta, além da utilização de mais de 10 tipos de solados com alturas e formatos diferentes; preservando assim a leveza, a naturalidade e o conforto do produto.


Encordoado e remontado manualmente, para depois receber o cabedal e demais acessórios, é um calçado incomparável em sua originalidade, graça e beleza.

Em algumas cidades como Mauléon-Licharre existem feiras específicas para  a divulgação das alpargatas (entre elas as découpadas).

No Brasil a mais conhecida é a Cervera que produz suas alpargatas e até outros tipos de calçados.