O que é artesão?

molde Barro

No último mês comentamos sobre a diferença entre artesão e artista. Vamos aprofundar a questão do artesão, afinal, será que todo trabalho manual pode ser considerado artesanato?

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comercio Exterior cuida do PAB – Programa do Artesanato Brasileiro, nele há uma definição clara do que é artesão:

É o trabalhador que de forma individual exerce um ofício manual, transformando a matéria-prima bruta ou manufaturada em produto acabado. Tem o domínio técnico sobre materiais, ferramentas e processos de produção artesanal na sua especialidade, criando ou produzindo trabalhos que tenham dimensão cultural, utilizando técnica predominantemente manual, podendo contar com o auxílio de equipamentos, desde que não sejam automáticos ou duplicadores de peças [2].

O programa separa do conceito de artesão o trabalhador manual, pois não pode ser considerado artesão aquele que se dedica somente a reproduzir habilidades aprendidas através de programas de TV, revistas ou livros.

Não basta dominar a técnica, é necessário adicionar identidade cultural, criatividade. O PAB assim descreve o trabalhador manual:

Apesar de exigir destreza e habilidade, a matéria-prima não passa por transformação. Em geral são utilizados moldes pré-definidos e materiais industrializados. As técnicas são aprendidas em cursos rápidos oferecidos por entidades assistenciais ou fabricantes de linhas, tintas e insumos.

Normalmente é uma ocupação secundária, realizada no intervalo das tarefas domésticas ou como passatempo. Em alguns casos, configura-se como produção terceirizada de grandes comerciantes de peças acabadas que utilizam aplicações de rendas e bordados como elemento de diferenciação comercial. São produtos sem identidade cultural e de baixo valor agregado [2].

A maioria das pessoas começa com trabalhos manuais e gradativamente vai acrescentando sua personalidade nos trabalhos, transformando-se em um artesão, um mestre em seu ofício.

Por fim, o manual reforça nossa separação entre artista e artesão apresentada no post anterior:

O artista necessita dominar a matéria-prima como o faz o artesão, mas está livre da ação repetitiva frente a um modelo ou protótipo escolhido, partindo sempre para fazer algo que seja de sua própria criação. Já o artesão quando encontra e elege um modelo que o satisfaz quanto à solução e forma, inicia um processo de reprodução a partir da matriz original, obedecendo a um padrão de trabalho que é a afirmação de sua capacidade de expressão. A obra de arte é peça única que pode, em algumas situações, ser tomada como referência e ser reproduzida como artesanato.

Nossos trabalhos também refletem essa classificação, ora produzimos um trabalho manual, ora um artesanato, ora uma obra de arte, os rótulos não são fixos.

A Soliarte sempre focou em um quarto personagem: o hobbysta, aquele que utiliza o trabalho manual como lazer, uma alternativa ao stress do dia a dia.

Referência

  1. foto: Throwing 1 (Sarah Vaughan / stock.xchng)
  2. Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comercio Exterior: Base Conceitual do Artesanato Brasileiro