Niágara-on-the-Lake, CA

Niágara-on-the-Lake é normalmente esquecida nos passeios feitos principalmente a partir de Toronto, e até algumas cidade americanas que ficam do outro lado do Rio Niágara, para conhecer a cataratas de Niágara.

É uma cidade encantadora e no verão é um cartão postal, arte pura produzida com flores de diversas espécies e cores. Assim, como no inverno Niágara Falls é pura arte com gelo nas quedas d’água.

Muitas vezes é lembrada pela rota do vinho. Ocorre que Niágara-on-the-lake é uma preciosidade de cidade com 15000 habitantes e até uma lição para Prefeitos que não deixam sua cidade bonita, agradável não só para visitantes virem, mas principalmente para a vida da população local, que merece respeito. Vindo de Toronto pela Queen Elizabeth Way, na região de St. Catharines pegue a Niágara Stone Road.

1a9

1a4

Niágara-on-the-Lake está localizada digamos na esquina entre o Lake Ontário (lago de Ontário, CA) e o início do Rio Niágara.

1a17

Em 1812 a cidade foi destruída na guerra, arrasada e queimada pelos soldados americanos. Após a guerra a cidade foi reconstruída – fazendo um paralelo lembro de cidades brasileiras sem cuidados e que nunca passaram por guerras pesadas. Interessante lembrar que o Canadá considera a Rainha da Inglaterra como sua rainha, tendo no Canadá um Governador que a representa. É o único município no Canadá, cujo líder eleito é designado como Lord Mayor, um título mais comum no Reino Unido: “O prefeito da cidade de Niagara-on-the-Lake será conhecido como o Lord Mayor”.

1a10

A cidade abriga o Festival Shaw, uma série de produções teatrais que caracterizam as obras de George Bernard Shaw, seus contemporâneos, ou peças sobre sua época (1856-1950), passando de abril a novembro. O festival ocorre em três teatros no centro da cidade: o Festival, Royal George, e Court House.

Ao longo do Niagara Parkway tem o Museu de Arte RiverBrink, um popular destino turístico em Queenston. É uma coleção única de mais de 1.400 obras de arte e artefatos de artistas canadenses e internacionais. Queenston é uma comunidade localizada na cidade de Niagara-on-the-Lake. Faz fronteira com a estrada 405 e o rio Niágara.

As ruas da cidade estão sempre floridas, exceto no inverno pesado.

1a8

A região tem um clima relativamente leves graças aos lagos adjacentes, e excelente solo para a produção de frutas, para o qual ele se tornou um dos centros do Canadá. Não esgoto o assunto de uma cidade, o gostoso é a preparação da viagem, por exemplo, se você gosta de golfe, campos não faltam. Existem muitos hotéis, pousadas, bed and breakfast e spa na região.

Vários filmes foram rodados na cidade e região devido sua beleza.

1a11
1a12
Para tomar um lanche:
1a13
1a16
1a7
Tem um Hotel – Prince of Wale – lindo e como detalhe a Rainha Elizabeth II se hospedou nele em 1973 quando visitou o Canadá e esteve em Niágara-on-the-Lake:
1a5
1a6
O Hotel está bem conservado e é uma opção para ficar devido sua posição na rua principal da cidade:

E tem uma Loja que funciona o ano todo vendendo itens para o Natal:

1a14

É a Just Christmas, localizada na rua principal da cidade: Queen Street, 34

1ab
1a15

E no inverno a cidade fica toda branca:
1ae

A estrada que nos leva a Niágara-on-the-Lake quando se aproxima do centro da cidade é considerada a rota do vinho. Tem muitas parreiras de uva:

1a1

E no inverno elas repousam silenciosamente:

1ag

1a3

Aqui fica um alerta, você poderá experimentar muitos vinhos, de todas as qualidades, é bom ter alguém que não beba para dirigir depois. Não se encontra vinho sem álcool, lá. Tem alguns sucos puros de uva que já ajudam.

1a2

Vale dar uma passada no:

The Market @ The Village – 111 Garrison Village Drive

No outono fica lindo também:

1aa

Depois de conhecer esta preciosidade do Canadá, é pegar a estrada para Niágara (o post anterior). No caminho poderá fazer algumas paradas.

Comprar frutas da época (por exemplo pêssegos no verão):

1a19

e na Barragem de energia hidroeléctrica do Canadá da para caminhar um pouco (interessante que do outro lado do rio fica a barragem dos americanos):

1a18
1a20

No Canadá você ouve muita música country e county:

 

Niagara Falls, Ontário, Canadá

Não entre nessa de comparar Niagara Falls com Foz do Iguaçu no Brasil. São passeios distintos e ambos são muito interessantes. Existe uma diferença no inverno, onde Niágara se transforma num espetáculo imperdível. Curta cada passeio sem se preocupar com comparações. Bem, indo de Toronto para Niagara Falls você passará por Mississauga, Hamilton, St. Catharines. Se tiver tempo dê uma parada em cada cidade, aproveite. E como disse anteriormente não deixe de visitar Niágara-on-the-Lake.

De Niágara-on-the-Lakke é muito perto

Resultado de imagem para The Niagara-on-the-Lake Effect

e você vai pela estrada ao lado do rio Niágara e verá americanos passeando de barco por lá. Sempre lembrando que do outro lado já é Estados Unidos.

1a

De cada lado do rio você observa as barragens para geração de energia, lado canadense dos canadenses e lado americano do americanos:

a2

Chegando em Niágara Falls você pode ficar num Hotel mais simples e muito bom, como o Brampton (da rede Hilton):

a28

Vale a pena conhecer essa região do Canadá. Se estiver em Buffalo no lado americano também vale a pena. Se tiver tempo e está hospedado no Canadá dê um pulo até Buffalo.

Niágara Falls

Pode sair tranquilo nas ruas a noite, aproveite

a10

Se gostar de Casino aproveite:

a27

a25

E eles fazem um tipo de chocolate meio estranho e que tem fila para comprar (não lembro o nome) – vende muito, eles passam o dia todo fazendo e você assiste (e come, é claro):

a9

Tudo muito organizado e mesmo na região das cataratas. É possível manter tudo em ordem e limpo nas cidades, é questão de educação. As cidades brasileiras poderiam fazer o mesmo orientando e trazendo a população para colaborar. Quando as pessoas sentem que as coisas estão bem feitas colaboram. Mas, o exemplo vem de cima. E lembrando que não existe ninguém seja aqui ou lá que seja perfeito.

a22

Mesmo com a casa de ponta cabeça a ordem existe:

a8

a11

a21

a13

E você é muito bem recebido pelo artista abaixo, que faz pose, adora ser fotografado:

a12

E começa o show:

a24

Observe a queda d’água ao longe no lado americano (e uma das pontes que ligam os 2 países):

a14

a15E passear de barco nas proximidades da queda d’água é quase que obrigatório:

a23E o barco vai sem medo e você toma o seu banho:

a19

a16

E chega bem próximo:

a17

Dá para ver os Hotéis e edificações do lado americano:

a20

Seu principal passeio é ver as cataratas e quando escurece as luzes coloridas iluminam a água que cai.

O maior espetáculo em Niágara Falls é no inverno, sensacional. Você tem que ficar alguns dias e torcer para a temperatura chegar abaixo de 15, por que não -35.

Começa pela estrada.

a7

Deslumbrante:

a6

a4

Ao escurecer:

a3 3a

e veja a foto que o fotógrafo profissional George Rosema tirou, parece uma pintura:

a5E no outono qualquer lugar do Canadá é lindo:

4a